Sanofi Só para não profissionais de saúde residentes no Brasil

Laxantes: tipos e como funcionam?

Cada tipo de produto atua de uma forma diferente no organismo e varia de pessoa para pessoa1

Adaptar hábitos de vida, investindo em atividades físicas regulares e fazendo mudanças na dieta, como consumir mais água e fibras são as principais maneiras de tratar a prisão de ventre2. Além disso, outro bom auxiliar para diminuir os desconfortos do quadro são os laxantes1.

O problema é que, apesar de bastante conhecido, as pessoas ainda fazem mau-uso do produto, o que pode acarretar em consequências para o organismo3. Por esse motivo, um detalhe fundamental é: antes de investir em um laxante, é importante saber qual tipo de produto se está consumindo e sempre tomar a dosagem recomendada pelo médico ou bula.

O que são os laxantes?

Os laxantes são medicamentos com a função de facilitar a evacuação em quadros de constipação e, apesar de ter sempre a mesma finalidade, existem diferentes tipos disponíveis no mercado, sendo eles: osmóticos, estimulantes, amaciadores e formadores de massa1. Confira abaixo a diferença!

Tipos de laxantes

  • Osmóticos: Os laxantes do tipo osmóticos são aqueles que estimulam a absorção de água no intestino com o objetivo de amolecer as fezes e facilitar a passagem pelo reto. Seu efeito, geralmente, demora mais variando de dois a três dias para ser notado1.
  • Estimulantes: Os estimulantes, como o Dulcolax4, são laxantes de ação local, ou seja, agem diretamente no intestino. O bisacodil5, princípio ativo de Dulcolax4, estimula o movimento natural do intestino, o que promove o acúmulo de água dentro do órgão, hidratando mais as fezes e facilitando sua eliminação.
    Quando comparado ao laxante osmótico, o tipo estimulante tem ação bem mais rápida: se inicia de 06 a 12 horas após o uso1.
  • Amaciadores (ou emolientes): esse tipo de laxante permite que a água1 penetre nas fezes, fazendo-as amolecer1 e ter uma passagem melhor pelo reto. Eles também podem ser chamados de emolientes5, uma vez que pode conter óleo mineral em sua composição, o que permite a lubrificação da massa fecal.
  • Formadores de massa1: os formadores de massa aumentam o peso (volume) das fezes, aumentando assim o estímulo do intestino para eliminá-lo. Porém, seu efeito começa a partir de dois a três dias após a ingestão.

Referências

Você está saindo do site Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda, (doravante “sanofi-aventis”) pertencente ao Grupo Sanofi.

O site vinculado não está sob o nosso controle, assim como não temos responsabilidade pelos conteúdos fornecidos, processamento de dados pessoais ou qualquer alteração ou atualização desses sites.

Este link é fornecido para você apenas como uma conveniência.

Você quer continuar?