Sanofi Só para não profissionais de saúde residentes no Brasil

Laxante: qual a importância de usar corretamente

Uso incorreto pode causar efeitos indesejáveis no organismo

Os laxantes são medicamentos importantes no alívio da prisão de ventre. No entanto, é muito importante usá-los sempre de forma correta e de acordo com a recomendação médica e da bula. O uso indevido pode provocar efeitos indesejáveis, além de outros problemas.

Veja abaixo a importância de usar os medicamentos segundo a orientação do médico.

Elimina a prisão de ventre: usando da forma correta, os laxantes ajudam a aliviar a constipação, aliviando o desconforto em decorrência dela. Dulcolax, por exemplo, promove o efeito laxativo entre 6 e 12 horas depois da ingestão, e atua na parte do intestino conhecida por cólon, estimulando o processo natural de evacuação1.

Para que isso aconteça, o medicamento estimula os movimentos peristálticos do intestino e promove o acúmulo de água no local, amolecendo as fezes e reduzindo o tempo de trânsito intestinal1.

Afasta efeitos indesejáveis: é importante só tomar laxantes conforme a orientação médica ou de bula, pois isso evita o uso incorreto. A superdosagem de laxantes, quando as orientações médicas não são seguidas, por exemplo, pode provocar diarreia, perda de líquidos que podem levar à desidratação, além de cólicas abdominais1. Quando esse uso excessivo acontece cronicamente, o risco é ainda maior, variando desde fraqueza muscular em decorrência da baixa de potássio até mesmo a formação de cálculos renais1.

Evita o desbalanço eletrolítico: o uso excessivamente prolongado de laxantes pode causar um desequilíbrio hidroeletrolítico no organismo1, quando os eletrólitos corporais, como sódio, potássio, magnésio, cálcio, entre outros, ficam desbalanceados2. Por essa razão, é importante receber orientação médica sobre quanto tempo manter o tratamento.

Não mascara o problema: quando há um problema de saúde, é preciso procurar entender o motivo da manifestação dele, e não é diferente no caso de constipação intestinal. Assim como qualquer laxante, Dulcolax não é indicado para uso diário por um período prolongado sem que a causa da constipação seja investigada1. Por essa razão, é importante sempre conversar com um médico sobre os sintomas para entender o que é que está provocando a prisão de ventre.

A mudança de estilo de vida, como uma alimentação saudável e rica em fibras, uma boa hidratação e a prática de atividade física deve também ser considerada em caso de constipação3.

Referências

  • 1 - Bula Dulcolax. Disponível em: https://www.dulco.com.br/static_resources/bulas/bula-dulcolax-paciente.pdf. Acesso em 13 de dezembro de 2019
  • 2 - Visão geral dos distúrbios do equilíbrio hidroeletrolítico e do equilíbrio ácido-básico. British Medical Journal Best Practice. Disponível em: https://newbp.bmj.com/topics/pt-br/1072. Acesso em 13 de dezembro de 2019.
  • 3 - Federação Brasileira de Gastroenterologia. O Importante Papel das Dietas Para a Saúde Digestiva. Disponível em: http://www.hospitalsantalucinda.com.br/downloads/saude-digestiva.pdf. Acesso em 13 de dezembro de 2019

Você está saindo do site Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda, (doravante “sanofi-aventis”) pertencente ao Grupo Sanofi.

O site vinculado não está sob o nosso controle, assim como não temos responsabilidade pelos conteúdos fornecidos, processamento de dados pessoais ou qualquer alteração ou atualização desses sites.

Este link é fornecido para você apenas como uma conveniência.

Você quer continuar?