Sanofi Só para não profissionais de saúde residentes no Brasil

Como saber se o seu intestino está funcionando corretamente?

Mudanças do hábito intestinal devem ser observadas com cuidado

Estima-se que 16% da população mundial sofra com constipação intestinal1 que, por definição, engloba sintomas como: menos que três idas ao banheiro por semana, evacuações dolorosas e difíceis, fezes secas, sensação de bloqueio no intestino que impede a evacuação, sensação de evacuação incompleta, entre outros2.

É por esse motivo que a observação do próprio corpo é essencial para avaliar se o intestino está funcionando corretamente. Qualquer fuga de padrão pode indicar que algo está errado e precisa ser investigado, afinal, diferentes fatores podem colaborar para o aparecimento do quadro. Maus hábitos alimentares, por exemplo, podem atrapalhar o bom funcionamento do intestino3.

Além disso, uma alimentação pobre em fibras e rica em alimentos industrializados, a desidratação e até mesmo uma viagem são capazes de fazer com que o intestino fique preguiçoso, espaçando a visita ao banheiro3,4.

Por essa razão, caprichar em uma alimentação equilibrada com frutas, legumes, verduras e cereais integrais é fundamental para fornecer a quantidade necessária de fibras para que o intestino consiga fazer o seu trabalho3.

Outro ponto fundamental é beber água com regularidade, pois isso faz com que as fezes fiquem hidratadas, afastando o incômodo da prisão de ventre. A prática de atividade física, aliás, também colabora para evitar o desconforto5.

Por fim, observe como está o ritmo do seu intestino e converse com seu médico caso note algo diferente do padrão. Além da constipação, outras condições mais complexas como câncer colorretal ou doença de Crohn podem demonstrar seus sintomas no intestino, alterando o hábito intestinal6,7.

A mudança de um padrão deve sempre servir de alerta! Não deixe de procurar um médico caso passe a notar, sem motivos, diarreia, cólicas abdominais, fezes afiladas, sangramento retal de cor viva ou fezes muito escuras - o que pode indicar sangramento oculto - além de sintomas como fadiga, fraqueza ou perda de peso sem razão específica6,7.

Referências

  • 1 - Suzanne M. Mugie, Marc A. Benninga, Carlo Di Lorenzo. Epidemiology of constipation in children and adults: A systematic review. Best Practice & Research Clinical Gastroenterology. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21382575. Acesso em 9 de dezembro de 2019.
  • 2 - Alves, J.G. Constipação intestinal. Jornal Brasileiro de Medicina. MARÇO/ABRIL, 2013 VOL. 101 Nº2. Disponível em: http://files.bvs.br/upload/S/0047-2077/2013/v101n2/a3987.pdf. Acesso em 13 de outubro de 2020.
  • 3 - Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Coordenação-Geral da Política de Alimentação e Nutrição. Guia alimentar para a população brasileira: promovendo a alimentação saudável. 2008. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_alimentar_populacao_brasileira_2008.pdf. Acesso em 9 de dezembro de 2019.
  • 4 - Mearin F., Zárate N., Sardi J. et al. Traveler's Constipation. American Journal of Gastroenterology. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/12591084 . Acesso em 9 de dezembro de 2019.
  • 5 - Federação Brasileira de Gastroenterologia. O Importante Papel das Dietas Para a Saúde Digestiva. Disponível em: http://www.hospitalsantalucinda.com.br/downloads/saude-digestiva.pdf. Acesso em 9 de dezembro de 2019.
  • 6 - American Cancer Society. Colorectal Cancer Signs and Symptoms. Disponível em: https://www.cancer.org/cancer/colon-rectal-cancer/detection-diagnosis-staging/signs-and-symptoms.html . Acesso em 9 de dezembro de 2019.
  • 7 - Head,K. and Jurenka, J. Inflammatory Bowel Disease Part II: Crohn’s Disease – Pathophysiology and Conventional and Alternative Treatment Options. Alternative Medicine Review. Volume 9, Number 4, 2004. https://www.researchgate.net/publication/8074154_Inflammatory_bowel_disease_part_II_Crohn's_disease_-_Pathophysiology_and_conventional_and_alternative_treatment_options

Você está saindo do site Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda, (doravante “sanofi-aventis”) pertencente ao Grupo Sanofi.

O site vinculado não está sob o nosso controle, assim como não temos responsabilidade pelos conteúdos fornecidos, processamento de dados pessoais ou qualquer alteração ou atualização desses sites.

Este link é fornecido para você apenas como uma conveniência.

Você quer continuar?